top of page

Consumismo e sustentabilidade, um paradoxo para os profissionais de marketing




A presente dissertação explora qual o impacto do tema sustentabilidade, sob a perspectiva dos limites ambientais do planeta, entre executivos e executivas de marketing de grandes empresas, de modo a obter respostas confiáveis, se as estratégias de crescimento de mercado de suas respectivas companhias podem ser limitadas se houver necessidade de se reduzir o consumo ou mesmo o consumismo , algumas vezes incentivado por essas próprias companhias. A idéia é entender se esse tema é relevante para esses profissionais e organizações e levantar hipóteses de como abordar a problemática no sentido de sensibilizar essas companhias a praticar o marketing consciente. Indo um pouco além, o tipo de paradigma organizacional no qual o executivo atua influencia a maneira de se abordar o assunto com o profissional e, para tanto, nesta pesquisa foi adotado como referência para análise três paradigmas presentes na atualidade que são o Funcionalista, o Interpretativo e o Humanismo Radical. Para essa finalidade foram selecionadas empresas/executivos atuantes nestes enfoques para avaliar possíveis diferenças de percepção. Ao interpretar os resultados chega-se a algumas conclusões e sugestões a serem consideradas futuramente pelos profissionais da área.


Link para baixar a dissertação: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1111

bottom of page